5 dicas sobre como usar Estratégias da mente inconsciente para uma leitura rápida 

Aumentar a velocidade da leitura pode envolver bem mais do que apenas pegar letras e transformá-las em sons. Muitas pessoas acreditam que só podemos enxergar uma palavra de cada vez mais a nossa visão é capaz de diferenciar muitas coisas simultaneamente, por exemplo, é possível ao olhar para o multidão enxergar diversos rostos ao mesmo tempo,  isso porque a mente inconsciente, processa muito mais coisas do que nós somos capazes de perceber conscientemente.

1.    Deixe seu inconsciente participar da leitura
 

Há muitas coisas que sabemos e fazemos inconscientemente e são bastante notáveis, acredito que uma parte importante de ler rapidamente é perceber o quanto estamos fazendo inconscientemente, como enxergar mais que uma palavra de cada vez na realidade acertar. 

2.    Não olhar para uma palavra por vez

 

A visão se amplia quando não olhamos diretamente para alguma coisa.
Por exemplo, normalmente não sabemos absolutamente como juntarmos as palavras para formar uma frase enquanto estamos falando, até mesmo os linguistas que estudaram a linguagem durante anos não conseguem escrever todas as regras ou mostrar como as pessoas juntam as palavras e como estão formando uma frase.
Se usarmos a visão periférica, a abrangência do que vemos aumenta, existem relações entre as coisas que não conseguimos ver se focalizarmos uma particular para. 

3.    Saber o que quer saber
 

É muito importante entender porque está fazendo essa leitura. Qual o propósito? Fazendo perguntas como; O que eu já sei a respeito desse assunto? O que eu quero saber sobre este assunto? O que quero obter lendo esse livro? Por exemplo, ao comprar algo novo, um eletrônico, ou algo qualquer, a sugestão é abrir os manuais para rapidamente ver o que contem nele para quando necessário  buscar mais detalhes, saber exatamente onde estão. Focar em tudo é desnecessário a maioria das vezes e essas perguntas para si mesmo ajuda a selecionar os pontos mais importantes. Essa estratégia é diferente de simplesmente  abrir seu livro quando você não tem objetivo, pois  assim, qualquer coisa que conseguir com a leitura que poderá muitas vezes não te servirá para nada.

4.    Ser um “diretor” dos detalhes

 

A importância de diversos detalhes depende do objetivo que fixou para a leitura, pois a ler, não é o objetivo é apenas um pedaço da tarefa, é uma operação que você faz para responder as perguntas acima.  Há uma analogia “no filme ou não show de televisão a câmera não focaliza cada detalhe da pessoa envolvida em determinada cena na verdade para transmitir o sentimento a mensagem do filme” O diretor decide o que focar e o que  ignorar, quais  detalhes são ou não relevantes. Se por exemplo quer criar uma imagem maior ou não, eles sugerem que a leitura seja da mesma forma que um diretor faria um filme.

5.    Acreditar que você pode ler rápido
 

As crenças são tão importantes quanto às estratégias, o reflexo de nossas crenças sobre a Leitura, como, “acreditar que realmente é possível ler tão depressa e não perder coisas importantes”. As estratégias sempre usadas para ler baseiam-se em nossas crenças a respeito do que o cérebro pode fazer e de como a mente humana funciona. Quando acredita-se que não é possível obter todos os detalhes importantes e ler mais rápido, muito provável que nem procure  desenvolver estratégias diferentes.

Fonte: D. Robert B .E Todd A  Aprendizagem Dinâmica , Summus Editorial